"Terceira Idade - Nova perspectiva sobre a vida " - ATI

15:55:00 0 Comments A+ a-

Projeto público têm melhorado condicionamento fisíco dos usuários além de proporcionar o convício social; equipamentos estão sendo alvos de vândalismo, comprometendo objetivo
Cores vibrantes: são diferentes das academias tradicionais e são encontradas em todo o Brasil
 (*)Alan Junior de Queiroz

As Academias da Terceira Idade (ATIs) se tornaram comuns em praças, parques e praias. O conjunto de aparelhos feitos de tubos metálicos e geralmente pintados com cores vibrantes são certificados pelo Ministério da Saúde e dos Esportes e aprovado pelos usuários. “Toda cidade devia ter uma. É boa para as pessoas que não podem pagar uma particular” diz o aposentado Sebastião Batista, 65 anos, que vai três vezes por semana na ATI localizada no centro de Santo Antônio da Platina, usar o simulador de caminhada durante 10 minutos.

Os aparelhos disponíveis são diferentes dos oferecidos pelas academias convencionais. São projetados para alongar, fortalecer e desenvolver a musculatura, além de trabalhar a capacidade aeróbica e coordenação motora. “Pessoas da nossa faixa de idade têm muita dor no corpo”, queixa-se Batista. A única reclamação existente envolvendo essa opção acessível e gratuita de atividade física são os atos de vandalismo que vem sofrendo os aparelhos.

Aparelho quebrado por vândalos; quem paga pelo conserto é a população
Na ATI localizada na praça de Santo Antônio da Platina - Paraná, a maioria dos equipamentos apresenta algum tipo dessa inexplicável agressão - ou estão amassados ou quebrados. “A prefeitura devia ter uma pessoas responsável, só para cuidar”, sugere o aposentado Agustin Hernandes Garcia, espanhol de 66 anos que mora no Brasil desde os 14, e que freqüenta o local diariamente. “O que não se gasta com prevenção, gasta repondo as peças quebradas”. A população, em geral, vem mostrando interesse às oportunidades gratuitas para cuidar da saúde, mesmo que existam pessoas que não conseguem enxergar da mesma forma.

 INÍCIO
Surgiu em meados de 2008, à primeira Academia da Terceira Idade (ATI), desenvolvida em Maringá. O criador do projeto foi Roberto Nagahama, que na época era secretário de esportes, que se inspirou num modelo de academia ao ar livre que viu na China. A empresa responsável pela produção e distribuição aqui no Brasil é a Ziober ATI. Além de lugares públicos, já existem instalações em condomínios, clubes e outros locais privados. A novidade já ganhou até prêmios por ser a melhor iniciativa para incentivar a prática de atividade física.

(*)Alan Junior de Queiroz é estudante de Comunicação Social - Jornalismo da Faculdade do Norte Pioneiro(Fanorpi). 

Bem Vindo ao blog Alan Junior de Queiroz!

Lista de regras para fazer comentários!
Então, antes que você só dê trabalho pra gente, dá só uma olhada...

1. Xingamentos gratuitos serão deletados sem dó. Tá nervosinho? Vai falar pra sua mãe.
2. Spams, propagandas ou qualquer coisa que faça você linkar seu blog ou algo do tipo por aqui, fará com que seu comentário seja editado. A não ser que o link possa realmente acrescentar algo ao texto e aos comentários.
3. Não fuja do assunto. Quer falar do seu vizinho? Faça um Twitter.
4. Recebeu um comentário(réplica) ácido e não gostou? Foi você quem pediu.
5. Escreva com conteúdo. E, por favor, ESCREVA CORRETAMENTE. Sabe, nós, pelo menos, TENTAMOS escrever da maneira correta para vocês; bem que vocês poderiam fazer o mesmo por nós, né? Então, faça um esforço pra não escrever feito um retardado e elabore seu comentário. Floods, flames ou qualquer outra coisa inútil será deletada.

Acima de tudo, comente apenas se você tiver algo para comentar. Acredite, quando com conteúdo, seu comentário é bem-vindo. Nós lemos todos os comentários, sem exceção. Se você for bonzinho, a gente aprova seu comentário. Após o primeiro comentário aprovado, seus próximos comentários serão aprovados automaticamente.

PS: Nós não nos responsabilizamos pelos comentários publicados aqui. Essa é uma área aberta para os visitantes do site expressarem sua opinião.
Manda ver:

Para contato, críticas, chorume e reclamações que não perguntei alanjuniordequeiroz@hotmail.com.br. Não que a sua opinião tenha importância ou fará diferença para mim.