"Terceira Idade - Nova perspectiva sobre a vida " - Ao som da qualidade de vida idosos se divertem

16:49:00 0 Comments A+ a-

 Fim do sedentarismo: no ritmo da alegria,eles dançam e namoraram nos finais de semana
De óculos escuro: Gilberto Vieira dança com a sua namorada, Eurides Spina
  (*)Alan Junior de Queiroz

O Encontro Regional da Terceira Idade, mais conhecido como Baile da Terceira Idade, é um evento rotativo de produção independente, que reúne todos os domingos centenas de pessoas.

Aqui no Norte do Paraná, são 14 cidades responsáveis pela organização desses bailes. O grupo nasceu há quatro após uma separação que ocorreu entre o sul de São Paulo e norte do Paraná, o motivo: distância. Cada cidade tem um (a) presidente que fica encarregado (a) de contratar a banda, fazer a divulgação, decidir o que poderá ser vendido dentro do baile e arrumar transporte. “Os presidentes não ganham nenhum valor em dinheiro. Participamos porque gostamos”, esclarece Clair Parmezan, organizadora de bailes em Quatiguá.

Dezenas de pessoas esperam ínicio do baile na entrada do clube
Todos os anos, no mês de novembro, os presidentes se reúnem para decidir programação do ano seguinte – no período da quaresma não tem bailes -, valores do ingresso e do ônibus. Esse ano (2012) ficou definido o preço do ingresso á R$ 7,00 e ônibus R$ 5,00. Os bailes têm duração de cinco horas, sempre com inícios às 16 horas e atraem ,aproximadamente, 500 pessoas a cada edição . As bandas tocam ritmos que vão de Xote ao Bolero, incluindo Vanerão, Valsa e até Rasta pé.

Foi em um desses bailes que Gilberto Gomes Vieira, 77 anos e Eurides Spina, 79, se conheceram e começaram a namorar. “Está tudo meio escondido ainda” diz Eurides. “Só não casamos porque os filhos não deixam, tem ciúmes”. Freqüentadores de bailes há mais de vinte, ele mora em Itaí, estado de São Paulo, ela em Quatiguá - Paraná. Estão juntos há pouco mais de um ano e se encontram a cada quinze dias. “Sou muito ciumento” admite Gilberto. “Está ‘assim’ de mulheres pra tirar ele de mim!” garante Eurides. Durante o baile realizado em Santo Antônio da Platina - PR no Clube Platinense, o casal conversou, cantou e dançou. “Pedi para Deus mandar um cavalheiro pra eu dançar e veio ele” finaliza Eurides.

No salão de dança só fica parado (a) se quiser,
pessoas para dançar não faltam
Pessoas entre 18 e 25 anos estão cada vez mais presentes nesses bailes, como afirmam os próprios freqüentadores. “Os senhores e rapazes só querem dançar com as mocinhas, desprezam as senhoras”, queixa-se Cleuza Aparecida Alves, 63 anos. “Procuro os senhores só para beber cerveja a custa deles” diz Juliana de Souza Pinto, 18 anos.

Esses bailes, para pessoas acima de 60 anos, ajudam elas ter uma convivência ativa e saudável. Tem os que dançam certo, os que dançam menos certo, e os que só observam timidamente, á espera de um convite para se perder de vista no meio do salão. Realmente a vida não acaba aos 50, como afirmava um velho chavão.

(*)Alan Junior de Queiroz é estudante de Comunicação Social - Jornalismo da Faculdade do Norte Pioneiro(Fanorpi).   

Bem Vindo ao blog Alan Junior de Queiroz!

Lista de regras para fazer comentários!
Então, antes que você só dê trabalho pra gente, dá só uma olhada...

1. Xingamentos gratuitos serão deletados sem dó. Tá nervosinho? Vai falar pra sua mãe.
2. Spams, propagandas ou qualquer coisa que faça você linkar seu blog ou algo do tipo por aqui, fará com que seu comentário seja editado. A não ser que o link possa realmente acrescentar algo ao texto e aos comentários.
3. Não fuja do assunto. Quer falar do seu vizinho? Faça um Twitter.
4. Recebeu um comentário(réplica) ácido e não gostou? Foi você quem pediu.
5. Escreva com conteúdo. E, por favor, ESCREVA CORRETAMENTE. Sabe, nós, pelo menos, TENTAMOS escrever da maneira correta para vocês; bem que vocês poderiam fazer o mesmo por nós, né? Então, faça um esforço pra não escrever feito um retardado e elabore seu comentário. Floods, flames ou qualquer outra coisa inútil será deletada.

Acima de tudo, comente apenas se você tiver algo para comentar. Acredite, quando com conteúdo, seu comentário é bem-vindo. Nós lemos todos os comentários, sem exceção. Se você for bonzinho, a gente aprova seu comentário. Após o primeiro comentário aprovado, seus próximos comentários serão aprovados automaticamente.

PS: Nós não nos responsabilizamos pelos comentários publicados aqui. Essa é uma área aberta para os visitantes do site expressarem sua opinião.
Manda ver:

Para contato, críticas, chorume e reclamações que não perguntei alanjuniordequeiroz@hotmail.com.br. Não que a sua opinião tenha importância ou fará diferença para mim.