domingo, 2 de novembro de 2014

Minha opinião sobre: Morte

Um comentário:

Estava aqui fazendo uma lista dos meus medos e descobri que tenho medo da morte, mais do que tudo. Tenho medo de morrer e ir sem me despedir da minha família, dos meus amigos, dos meus cachorros e do meu hamster. Acredito que eu já tenha comentado isso em algum lugar.

Certo vez, eu li em um blog que só tem medo da morte quem não aproveita a vida. Será? Mas o que é aproveitar a vida? Muitos irão dizer que é viver como se não houvesse o amanhã, viver sem rotina e blá blá blá. Mas tem como viver bem quando o mundo em sua volta está sendo destruído? A política é um negócio que enlouquece, a economia é monstro que a maioria não entende, a saúde pública está na UTI, a educação pulou o muro do colégio e fugiu, a Mãe Natureza está estressada e não quer papo com a gente.

Pensadores, filósofos e escritores já falaram tudo o que tinham pra falar sobre a morte. Talvez, o cineasta Woody Allen tenha descrevido exatamente o que eu penso. "Não é que eu tenha medo de morrer. É que eu não quero estar lá na hora que isso acontecer." Eu quero ver a evolução, as novidades, as descobertas. Eu quero ser uma testemunha ocular.

Sinceramente? Não estou preocupado em saber o que existe depois da morte. Céu, inferno, purgatório, sala de espera, portões de ouro ou caldeirão de lava... Porque nascemos com esse "defeito"? Não há como aceitar esse absurdo e esse mistério incompreensível.

Será que dói? Será que nos reencontraremos depois? É verdade que o anjo encarregado de vir nos buscar dá um beijo na boca na hora do fenômeno? Espera! Anjos existem? Nem tenho certeza da onde eu vim, então, como posso saber pra onde eu vou? Não estou aqui provocando os céticos nem os alienado em religião. Não preciso me sobrepor ideologicamente por meio da força do insulto.

Já parou para pensar com quantos anos e como quer morrer? Precisamos de um embate de visões sobre esse tema. Com o anjo da Morte não tem papo furado, permuta ou barganha. Até porque seria uma imposição estúpida e vazia, mas compreensível. Ninguém quer morrer.

E se eu for barrado na porta do céu? E se a fila do inverno estiver muito grande? E se o purgatório não tiver mais vaga? Estou indignado! Um dia terei que partir sem saber o meu destino final. Eu simplesmente não quero ir. Não quero!

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Minha opinião sobre: Eleições 2014

Nenhum comentário:
 
Atualmente, o Brasil vive um retrocesso. Tem uma economia estagnada, inflação em ascensão, as contas nos final do mês nunca fecham e a corrupção se espalha como um câncer. Os três principais candidatos à presidência não apresentaram nada de novo - até agora. Aliás, quem quer algo novo? Eu, Alan, quero soluções para os problemas antigos. É assustador, por exemplo, ver a atual presidente não conseguir nem responder os jornalistas e se atrapalhar toda nas entrevistas.

A maioria dos eleitores são ignorantes, politicamente falando, mau instruídos e não entendem nada sobre os principais assuntos, por exemplo: economia e educação. E mais: dois dos principais candidatos ainda não divulgaram o plano de governo, faltando uma semana para as eleições. Assinar cheque em branco sempre é perigoso. Por outro lado, algo está errado, pois quanto mais escândalos aparecerem mais a presidente/candidata sobe nas pesquisas de intenção de voto.

O dinheiro que era para ser investido em educação, saúde, infraestrutura e empregos está indo para o bolso de uma dúzia de políticos corruptos. Estou confiante numa mudança de rumo do país, mas também estou preparado pra ver a minha última vaca magra ir para o brejo.

Você acredita em pesquisas? Eu não! Mas se fomos levarmos em consideração as pesquisas: o cenário não poderia ser pior para a presidente/candidata Dilma por dois motivos: a migração da massa eleitoral de Aécio em favor de Marina (analistas apontam que 80% deste contingente adotarão esta postura) e, segundo a prática e a literatura especializada, o fato de uma eleição de segundo turno ser decidida na verdade em desfavor de um nome, isto é, o vencedor é aquele menos rejeitado pelo eleitorado e neste quesito Dilma tem uma rejeição muito grande.

A partir dos resultados de 5 de outubro, será iniciada uma cruzada em detrimento do partido dos trabalhadores - um movimento generalizado sem paralelo no Brasil desde a redemocratização. Se o povo brasileiro reeleger Dilma é porque merece a atual educação, saúde, violência e corrupção. Mas eu ainda prefiro acreditar no discernimento da maioria dos brasileiros na hora de votar. E que vença o menos pior. Ou não.

Enquanto isso, no mundo real... Os salários continuam baixos, a inflação em alta, o PIB em queda e nós, brasileiros, continuamos na mesma.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Minha opinião sobre: a decisão do STJ sobre os Testemunhas de Jeová

Nenhum comentário:

Nessa semana, dois ministros do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) concederam um habeas corpus a um casal seguidor da religião Testemunhas de Jeová que impediram médicos de fazerem transfusão de sangue em sua filha. Devido a isso, a garota morreu. O caso aconteceu em 1993 e o casal foi preso sob a acusação de homicídio.

Respeito todas as religiões, e, por isso, evito fazer comentários sobre qualquer credo/dogma, mas, nesse caso, não me contive. Que Deus é esse que eles, os Testemunhas de Jeová, servem que é contra a vida? Repito: uma criança de 13 anos morreu. 

Colocar preceitos religiosos primitivos acima da vida é um tremendo retrocesso. Respeito, mas discordo desse "conceito religioso". Deixar a própria filha morrer por causa da Bíblia ainda não é considerado "sacrifício humano" ou um "ritual"? Por que procurar um Hospital se não quer viver? Repito, independente de concordar ou não com a crença deles, temos que respeita-los. Mas eu, Alan, acredito que quando quem necessita de ajuda é um menor de idade - o médico deveria ser soberano. As vezes o menor nem tem intenção de seguir os dogmas dos pais.  

Reza a Constituição Federal que o Estado é laico. Ou não? O STJ errou! Os ministros não devem se submeter as pressões ou ter inclinações à crenças religiosas. Essa menina foi ASSASSINADA pelos pais. Cadeia neles!  Cadeia no médico também. A Constituição também garante direito à vida. Ou não?
Aliás, as leis brasileiras estão confusas iguais os textos bíblicos. Cada um interpreta à sua maneira. Não houve proteção do direito à vida desta criança, independente da religião dos seus pais. Aproveitando o embalo... Vamos liberar a eutanásia, o homicídio, o aborto, a pena de morte, as drogas, a direção sob o efeito de álcool... Aliás, todos vamos ressuscitar no final mesmo.

sábado, 26 de julho de 2014

De quem é a culpa?

Nenhum comentário:

A culpa é da velocidade que o mundo gira, da cor do céu, a intensidade do sol, das estrelas, do dia do ano, da temperatura na hora, da distância da lua, do tamanho dos mares, do petróleo ainda não descoberto, dos planetas ainda desconhecidos, da crueldade da natureza, dos mistérios sem soluções, das perguntas sem respostas, dos delírios da humanidade, das ameaças ocultas, da objetividade científica, dos sonhos incógnitos, do otimismo do diabo, dos amores impossíveis, da dor do luto, da magia das amizades, da pluralidade de idiomas, do radicalismo sem metas, das religiões sem fundamentos, dos assuntos controversos, das inseguranças, do encantamento não durável, dos delírios alucinantes, das aberrações da natureza, da vergonha persistente,  da comunicação instantânea, do fim da privacidade, da sedução artificial, da modéstia simulada, da falta de coragem, da falta de confiança, dos medos inexplicáveis, das ideias idiotas, das brincadeiras sem graça, das incertezas da vida.

Você não está preparado para conhecer a essência do Alan Junior de Queiroz. Você não preparado para ouvir a verdade. Você não preparado para presenciar a minha bondade ou maldade. Você não está preparado para desfrutar da minha alegria ou me ver chorando. Não insista, pois você não tem forças para vencer minha ironia e o meu sarcasmo infinito. Você continuará vendo o que eu quero que você veja. Você continuará sabendo sobre mim o que eu quero que você saiba. Realmente, metade de mim acha que sou um Deus; a outra tem certeza. Talvez, a culpa seja minha.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Minha opinião sobre: Dilma+Copa do Mundo?

Nenhum comentário:
 


O objetivo inicial de Lula foi atingido. Conseguiram vincular a Copa do Mundo com as eleições. Sempre discordei dos "especialistas" que diziam que o resultado do Mundial não irá refletir no resultado das eleições. Só sendo muito inocente para acreditar nisso.

"Pesquisa Datafolha finalizada nesta quarta-feira (2) mostra que a proporção de eleitores favoráveis à Copa no Brasil subiu de 51% para 63% em um mês. O orgulho com a realização do Mundial saltou de 45% para 60%. [..] De carona nisso, as intenes de voto em Dilma avanaram de 34% para 38% –a maior variao entre todos os concorrentes– e a aprovao do governo variou positivamente, de 33% para 35%.(Folha de SP/03/07/2014) 

A Presidente Dilma conseguiu tomar carona na alegria dos brasileiros pelo futebol, mas ela não se deu conta de que não foi convidada para participar dessa festa. Foi vaiada, hostilizada e ofendida.

Sinceramente não sei onde e como é metodologia de pesquisa do Datafolha (sinceramente? Nem me interessa), mas querer associar o evento com a disputa pela presidência é algo muito tendencioso. A Copa é um desastre do ponto de vista do luxo dos estádios e da precariedade dos serviços e instalações públicas. Hoje, temos números de desempregados em ascensão, inflação voltou a assombrar, hospitais sem profissionais, gente morrendo sem atendimento, educação abandonada, todo o mês a previsão do crescimento do país é ajustado para menos etc.

Não sou contra a Copa. Nunca fui. Estou acompanhando todos os jogos. Todos. Estou assistindo cada jogão. Está valendo a pena cada centavo desviado. Mas basta uma distração pra boiada seguir direitinho pro curral. O país está descendo a ladeira sem freio, impulsionado pela alegria do povo. Daqui duas semanas, vou esperar pra ver se o "transe" passa... Aí veremos se afundamos mais um pouco nessa areia movediça.

Se o resultado da Copa é mais importante que a corrupção, o uso incorreto do Estado, a falta de ética e valores morais dos políticos, o sucateamento do patrimônio público, o desrespeito aos direitos dos cidadãos. Realmente: o Brasil merece o PT. Infelizmente, o brasileiro é aquela mulher que foi estuprada e acabou se apaixonando pelo estuprador. Vai Brasil! Não pise na "bola" novamente e deixe de agir por impulso. Por favor meu povo, não faça eu torcer contra a Seleção Brasileira.