Amordaçando e castrando a Justiça

21:56:00 0 Comments A+ a-



  *Alan Junior de Queiroz

Imagina um Brasil onde o Ministério Público, o Poder Judiciário e a imprensa não podem denunciar ou condenar políticos que drenam dinheiro dos cofres públicos para fins pessoais? Pois é, recentemente uma lei aprovada transformou esse pesadelo em realidade e cravou nas costas da democracia uma faca bem afinada, ferindo gravemente o principal tendão de esperança que ainda existe no Brasil. Com apoio de toda a corja do PT, foi aprovada uma lei que limita (leia-se castra) e controla a Supremo Tribunal Federal e os veículos de comunicação.

Com decisões contrárias as do governo, a Justiça brasileira sofre retaliações. O PT quer amordaçar os juízes, silenciar os jornalistas, facilitar ações criminosas de seus políticos e dar espaço às ações similares à da época ditatorial do Brasil. É uma forma de controlar as instituições independentes e alienar toda a população, dando poder eterno a políticos envolvidos em dezenas de escândalos e crimes administrativos.

Além de constranger toda a Justiça, os radicais petistas querem dificultar que novos partidos sejam abertos e querem que campanhas politicas sejam pagas com dinheiro público. Querem que Brasil siga padrões já impostos na Argentina, Venezuela e Bolívia. E azar de alguém que ousar a discordar das ideias, será tachado de traidor da pátria.

Na infância, o PT considerava a Justiça e a imprensa seus melhores parceiros. O partido cresceu e não quis mais ter laços com ninguém que discorde de suas atitudes. E hoje vale tudo para se manter no poder, até amordaçar velhos companheiros, atropelar a constituição e a legislação eleitoral.

A democracia, a liberdade de expressão e imprensa antes eram bens de orgulho, hoje se tornou os maiores motivos de preocupação de um partido preocupado em usar a máquina pública com um bem particular. Mas, todo esse o castelo de areia do PT vem sendo destruído pelas ondas de protesto de insatisfação da população, dos jornalistas e magistrados.

Imagina só, o governo gastando toda essa vontade de debater sobre soluções para os “problemas” em educação e saúde. Essa proposta absurda de intimidar o Supremo Tribunal Federal e por a democracia no pau de arara chega ser um insulto à um país que viveu durante anos  em um regime de ditadura, onde até pensar era proibido.

*Alan Junior de Queiroz é estudante de Comunicação Social - Jornalismo da Faculdade do Norte Pioneiro(Fanorpi).

Bem Vindo ao blog Alan Junior de Queiroz!

Lista de regras para fazer comentários!
Então, antes que você só dê trabalho pra gente, dá só uma olhada...

1. Xingamentos gratuitos serão deletados sem dó. Tá nervosinho? Vai falar pra sua mãe.
2. Spams, propagandas ou qualquer coisa que faça você linkar seu blog ou algo do tipo por aqui, fará com que seu comentário seja editado. A não ser que o link possa realmente acrescentar algo ao texto e aos comentários.
3. Não fuja do assunto. Quer falar do seu vizinho? Faça um Twitter.
4. Recebeu um comentário(réplica) ácido e não gostou? Foi você quem pediu.
5. Escreva com conteúdo. E, por favor, ESCREVA CORRETAMENTE. Sabe, nós, pelo menos, TENTAMOS escrever da maneira correta para vocês; bem que vocês poderiam fazer o mesmo por nós, né? Então, faça um esforço pra não escrever feito um retardado e elabore seu comentário. Floods, flames ou qualquer outra coisa inútil será deletada.

Acima de tudo, comente apenas se você tiver algo para comentar. Acredite, quando com conteúdo, seu comentário é bem-vindo. Nós lemos todos os comentários, sem exceção. Se você for bonzinho, a gente aprova seu comentário. Após o primeiro comentário aprovado, seus próximos comentários serão aprovados automaticamente.

PS: Nós não nos responsabilizamos pelos comentários publicados aqui. Essa é uma área aberta para os visitantes do site expressarem sua opinião.
Manda ver:

Para contato, críticas, chorume e reclamações que não perguntei alanjuniordequeiroz@hotmail.com.br. Não que a sua opinião tenha importância ou fará diferença para mim.